Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



10 meses

24.02.15

O meu amor pequenino faz hoje 10 meses.

Têm sido 10 meses de pura aventura, de uma enorme aprendizagem e é tudo delicioso. Os dias são completamente diferentes do que alguma vez foram. As noites também. Acabaram-se os cafés, os jantares, as séries de televisão, dormir até tarde, dormir a noite toda, a disponibilidade para aceitar convites inesperados... E começou uma vida nova cheia de mimo, sorrisos, abracinhos, cheiro de bebé, colinho muito bom, tudo de muito bom.

O meu amor já tem 5 dentinhos e o sexto já espreita. Esta menina é tão especial que nem uma reacção fez ao nascimento dos dentinhos. Só ficou com o soninho um pouco mais leve. Nunca se queixa, mesmo quando é massacrada enquanto a visto e a preparo para sair. Toma a gotinha de vitamina D religiosamente todos os dias e abre logo a boca, assim que vê o frasco. Adora tomar banho de chuveiro e secar o cabelo com secador. Parece uma menina crescida!

Ultimamente, parece que tem electricidade nas pernocas, parece que têm vida própria. Se está deitada, não suporta nada em cima das pernas, dá saltos, qual rã. Se está de pé, quer andar, gatinhar, não há forma de estar quieta, para nosso cansaço. Dizem-me que o pior ainda está para vir. Como é possível? Eu já não a posso deixar sozinha. Desloca-se rapidamente e sempre para os locais mais perigosos. Apanha tudo com as mãos e leva à boca. Tem preferência por fios eléctricos, tipo carregadores de telemóvel ou do PC e o meu próprio telemóvel. Um verdadeiro perigo!

Também não é fácil comer ao lado dela. Quer provar tudo e refila se não lhe dou. Ontem, mesmo já tendo jantado, teve que provar do nosso. A questão do refilar é que me incomoda um pouco. Dá uns gritinhos com um toque de birra que não sei como contornar. Acho que vou ter que começar a mostrar cara feia mais cedo do que pensava…

(Este texto teve que ser interrompido porque a luz dos meus olhos ficou doentinha. Ter um filho doente é uma dor que não dói só neles. Quem me dera que eu pudesse ficar sempre doente por ela.

Agora que está tudo ultrapassado, há que aproveitar a minha filhota linda.)

10451162_793251580729381_4273470389381504099_n.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:59

5 meses de AMOR

18.09.14

Ontem, não tive tempo para vir aqui eternizar esta efeméride. Hoje continuo sem tempo, mas já não quero adiar dizer umas palavrinhas sobre esta maravilha que é minha filha.

 

Comecámos o dia bem cedo. Tive uma chamada de conferência às 8:30 e tive que a preparar antes disso para que pudesse estar a dormir novamente a essa hora. Por acaso, correu tudo muito bem. Acordou sozinha às 7:30, mudei-lhe a fraldinha, tomou o leitinho e 5 minutos antes da chamada já estava a dormir no meu colo. Passei-a rapidamente para o berço ao meu lado e dormiu quase a chamada toda. No finalzinho, acordou mas manteve-se em silêncio.

 

Depois, fez os exercícios vocais a que já nos habituou. Descobriu que sabe gritar e passa sempre uma horinha de manhã nesta actividade. Já disse que, qualquer dia, os vizinhos vêm bater-me à porta. E se não vierem deviam vir. Estes gritos são qualquer coisa de muito creepy.

 

Quando mamou novamente à hora de almoço presenteou-me com um belo cocózinho na fralda, nas costas, na roupa que ia usar para sair e na toalha. Foi uma fartura. Toca a dar banhinho, vestir roupa nova e sair à pressa para a consulta com a pediatra. 

 

Eu pedi esta consulta para falar sobre a diversidade alimentar, mas prefiro escrever sobre isso num post apenas dedicado a isso. Portou-se muito bem e riu-se para toda a gente. Está com 6,9 kg e 63,5 cm.

 

Não há palavras que cheguem para descrever estes 5 meses. Eu já imaginava que pudesse ser assim, mas é ainda melhor. E depois é tão fácil gostar desta menina... Penso muitas vezes na sorte que eu tenho em ser eu a mãe dela. <3

 

Aqui fica o nosso dia em fotos e um vídeo.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:01


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D