Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Toda a gente sabe que a gravidez é uma montanha-russa de emoções. E essas emoções podem traduzir-se em todas as emoções, mesmo. Eu costumo andar sempre bem-dispostinha e feliz, no entanto, se me chateiam ou se vejo alguma coisa que me perturba, parece que não tenho filtro e fico logo furiosa.

 

A fúria, em pessoas que não estejam grávidas, é uma reacção completamente normal e habitualmente saudável. Todos nós já nos sentimos zangados por algum motivo. Resta saber se essa raiva pode ajudar-nos ou prejudicar-nos e tudo depende da forma como é expressa.

Ora, um bebé começa a conhecer o mundo através da mãe, pelos estímulos externos mas também pelas emoções que fazem libertar químicos na corrente sanguínea. Esses químicos aravessam a placenta e atingem o bebé segundos depois da mãe ter sentido essa emoção.

 

O que acontece quando ficamos furiosas?

Os batimentos cardíacos e a pressão arterial sobem, a adrenalina e epinefrina são libertadas e vão fazer crescer a tensão e os vasos sanguíneos vão contrair-se. Isto vai reduzir o oxigénio no útero, compromentendo o acesso do sangue ao bebé.

 

Por outro lado, a raiva contida também provoca anxiedade e depressão e mais uma série de problemas de saúde. Tudo isto pode provocar desde abortos, partos permaturos, bebés com baixo peso...

 

Depois, os bebés que estão expostos a stress no ventre materno têm mais tendência a depressões e irritabilidade, bem como a cólicas e hiperactividade.

 

Perante estas degraças todas, o que temos que fazer é evitar ficarmos zangadas e furiosas. Faz-nos mal e aos nossos bebés.

 

Dicas para ultrapassar a raiva:

- Identificar o que nos causa raiva e procurar desabafar com alguém. Isso para mim não é problema. Faço sempre isso.

- Organizar o tempo para termos tempo para nós. Tenho que trabalhar mais nisso.

- Fazer coisas que nos deixam felizes. A nossa mente fica mais leve.

- Fazer pausas ao longo do dia para relaxar o corpo e a mente. Ir ao facebook será uma pausa?

- Aprender a respirar. Do que aprendi no Yoga, devemos fazer uma respiração abdominal e sempre que possível pelo nariz.

- Meditar e alongar o corpo. Novamente, o Yoga. Podem encontrar uns exercícios básicos no youtube.

- Fazer massagens, ou melhor, receber massagens para que o corpo relaxe. Quem tiver um marido com mãos de ouro, aproveite.

- Evitar frequentar lugares mal frequentados. Ou seja, evitar as pessoas que nos provocam coisinhas más.

 

Agora, vou tentar pôr em prática estas dicas todas e ver se fico mais zen. Tudo pela minha Victória.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:25



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D