Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Hoje era a data prevista para o meu parto. A minha princesa acabou por chegar quase um mês antes do tempo. Apesar de toda a felicidade que ela trouxe, não consigo deixar de pensar no erro médico que precipitou o seu nascimento e nas possíveis consequências de um parto prematuro. Felizmente, a minha menina nasceu pequenina, mas muito saudável e com vontade de crescer. Até à semana passada, já tinha aumentado meio quilo no peso. Come com voracidade e urgência. Quando a fome se manifesta, ela abre as goelas como se estivesse a passar fome há dias. E tem que comer logo! As doses de leite aumentaram de 30, para 60 e, desde a semana passada, para 90 ml. Acho até que os 90 ml já não a satisfazem. Parece-me tão estranho um ser tão pequeno comer tanto... Não lhe quero aumentar a dose antes de falar com a pediatra. Eu estou a tirar o meu leite com uma bomba. Infelizmente, não consigo produzir leite suficiente para as necessidades dela e tenho que lhe dar fórmula. Enquanto puder, vou acumulando os dois tipos de leite, mas como ela já bebe tanto, não consigo dar-lhe muito do meu leite. Hoje, por coincidência, tive que ligar para o consultório do excelentíssimo médico que me provocou o parto prematuro por causa de umas facturas. Falei com a secretária e ela perguntou-me se a bebé já tinha nascido. E eu disse que sim, que nasceu um dia depois de eu ter estado lá na consulta. E ela respondeu que era normal, que era o "jeitinho especial" que o doutor costumava dar. Quando lhe disse que foi um mês antes do tempo, ela disse que isso não. Fiquei cada vez mais convencida de que ele confundiu tempos e datas. Aquele irresponsável!! Apesar de muita gente me dizer que ainda bem que ela nasceu antes, eu recuso-me a esquecer o abuso de que fui (fomos) vítima(s). Admito que o parto e respectiva recuperação foram fáceis devido ao tamanhinho dela, que pudemos tê-la connosco um mês antes, mas não vou agradecer ao médico por isso. A minha menina estava muito bem na minha barriga. Estava confortável e a engordar. Não tinha nada que ser exposta a este mundo antes do tempo. Eu não tive leite, não tinha uma série de coisas preparadas, ainda estava a trabalhar... Além disso, fico com a sensação de que se eu tivesse um trabalho com mais stress e esforço físico, a pequenina teria nascido ainda mais pequenina. Graças a Deus que descansei muito, alimentei-me bem e não a incomodei em nada. Por outro lado, será que eu trocava este último mês por alguma coisa? Claro que não! Ainda bem que vieste no dia 17 de Abril e não no dia 12 de Maio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:35


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Daniela a 19.05.2014 às 10:55

Olá,

Já não vinha aqui à muito tempo e qual não é a minha surpresa ao saber que a tua menina já nasceu e correu tudo bem! Fico mesmo muito feliz! :)
Eu fiquei chocada com o relato do médico e ainda mais fiquei com a irresponsabilidade dele porque parece-me que ele fez de propósito! Enfim!

Os meus parabéns!

Beijinhos
Imagem de perfil

De por Mara Moura Sampaio a 03.06.2014 às 19:01

Olá Daniela,
Beijinhos e obrigada. :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D