Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ontem, eu e o meu marido fomos tomar café com um amigo. Ele e a mulher estão a pensar seriamente em ter filhos e é normal fazerem-me perguntas. Aliás, é normal as mulheres fazerem-me perguntas. Elas, sim, é que são curiosas para saber cada etapa que vou passando. Os homens são mais tímidos, ou desinteressados, e deixam isso para as mulheres. Ontem, o meu amigo quis saber umas coisas, mas já antes outros amigos nossos me fizeram estas e outras perguntas e são espectaculares. Eles não têm mesmo ideia nenhuma de nada. :)

- O médico não te pediu que comesses por dois?

Não, não pediu. Pelo contrário. Desde o início que me pediu que tivesse muito cuidado com a alimentação, que reduzisse a ingestão de hidratos de carbono e comesse muita frutinha e legumes. Agora agradeço não ter engordado muito durante a gravidez, porque no fim é inevitável. Neste momento é o ar que me engorda.

- Tens desejos?

Tenho, tenho muitos desejos. E sempre tive. Neste momento, desejava ardentemente teletransportar-me para umas horas depois do parto. Vá, o tempo suficiente para já não ter dores muito fortes. Os homens, claro, referem-se a desejos de comida. Por algum motivo, eles preocupam-se imenso com o peso das suas mulheres. Eu tenho uma teoria sobre esta questão dos desejos e é apenas minha. Eu acho que é um mito e não creio que a gravidez traga desejos especiais. Porém, como a gravidez traz tanto desconforto, altos e baixos emocionais, é normal que as senhoras se refugiem na comida. E isso pode acontecer em qualquer fase das nossas vidas. Outro motivo pode ser mesmo um pedido do corpo, que tem défice de algum nutriente. Agora, aqueles pedidos às 3 da manhã por um McFlurry, na minha opinião, só podem ser mimo e chantagem emocional.

- Dói-te a barriga quando a pele estica?

Doeu-me a barriga apenas quando, nos primeiros meses de gravidez, o útero estava a esticar. Eram umas dorzitas semelhantes às mentruais e depois passou. Nessa altura, nem barriga tinha. Agora que tenho um barrigão não me dói nada, mas sei que a pele está a esticar. Não dói, nem me faz qualquer impressão.

- O teu umbigo já saiu?

O meu umbigo não saiu e não creio que vá sair. Tenho um umbigo fundo e acho muito difícil ficar exteriorizado, como já vi muitos ficarem. Acho que isso depende muito do umbigo que tenhamos e do tipo de barriga que fizermos. A minha é larga. Acho, até, que estou grávida nas costas.

- Aquela linha escura na barriga não são pêlos?

Pois é, não são pêlos. Não sei onde é que eles foram buscar essa ideia. Talvez tenham visto alguém com essa linha vertical e que, por acaso, tinha pêlos. Essa linha era daquelas coisas que eu desejava imenso não ter. Por acaso não tive e acho que se deve ao facto de eu ser imensamente branca de pele. A linha é causada pela pigmentação da pele na zona em que o músculo abdominal se estica para acomodar o bebé, ficando ligeiramente separado. Aquilo é basicamente uma estria, mas escura. Vai desaparecer após o parto. É por esse motivo que outras zonas também ficam pigmentadas, como mamilos, sinais, sardas, axilas e virilhas. Até nessas zonas não pigmentei muito precisamente devido à minha cor de pele.

- Sentes o bebé a mexer?

Txiii. Estou grávida de 31 semanas e ainda há homens a fazer-me essa pergunta. Seria muito mau se não sentisse a minha menina a mexer. Mexe, sente-se a mexer e vê-se que mexe. É uma festa lá dentro. Até suspeito que não esteja sozinha.

O mais engraçado nestas perguntas é que vêm sempre acompanhadas de uma cara de desconforto, dor, repugnância ou 'ai, que até tenho medo de saber a resposta'. Comigo podem estar à vontade. Eu falo sobre tudo, sem quaisquer pudores. Ainda aguardo as perguntas sobre o parto e amamentação. Devem ser hilariantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:47



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D