Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Adeus 2014

31.12.14

O ano que hoje nos deixa não foi o melhor da minha vida. Não. Foi o mais importante, sem dúvida.

2014 trouxe a minha filha. Trouxe o que de mais valioso tenho. Trouxe a menina que dá alegria aos meus dias. Trouxe a menina que me ensina tantas coisas, todos os dias.

2014 mostrou-me que sou mais resistente à falta de sono do que eu alguma vez supus. Mostrou-me que consigo passar sem um banho, sem cabeleireiro, sem manicure, sem roupa nova, sem jantares, sem saídas à noite ou de dia... só porque quero estar com a minha filha.

Em 2014 percebi que tenho mais medo de morrer do que nunca.

Em 2014 fiquei a saber o que é o amor incondicional.

2014 mostrou-me que a maldade existe, que anda perto de nós, disfarçada. 2014 mostrou-me que sou fraca por valorizar essa maldade e por permitir que ela me afecte, afectando também a minha família. Mas, como 2014 me mostrou que o amor é infinito, tenho esperança que essa maldade e amargura se deixem envolver pelo amor e que tudo passe a ser bom.

Sou grata por tudo o que 2014 me trouxe. As boas e as más experiências deixam sempre lições. Só temos é que aprender com elas.

Não tenho grandes planos para 2015. Só quero ver a minha filha a crescer feliz e saudável. E quero ter as pessoas que eu amo sempre pertinho de mim.

Faço votos que 2015 realize todos os vossos desejos!

SessãoSampaio-089.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:01



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D