Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




10 meses

24.02.15

O meu amor pequenino faz hoje 10 meses.

Têm sido 10 meses de pura aventura, de uma enorme aprendizagem e é tudo delicioso. Os dias são completamente diferentes do que alguma vez foram. As noites também. Acabaram-se os cafés, os jantares, as séries de televisão, dormir até tarde, dormir a noite toda, a disponibilidade para aceitar convites inesperados... E começou uma vida nova cheia de mimo, sorrisos, abracinhos, cheiro de bebé, colinho muito bom, tudo de muito bom.

O meu amor já tem 5 dentinhos e o sexto já espreita. Esta menina é tão especial que nem uma reacção fez ao nascimento dos dentinhos. Só ficou com o soninho um pouco mais leve. Nunca se queixa, mesmo quando é massacrada enquanto a visto e a preparo para sair. Toma a gotinha de vitamina D religiosamente todos os dias e abre logo a boca, assim que vê o frasco. Adora tomar banho de chuveiro e secar o cabelo com secador. Parece uma menina crescida!

Ultimamente, parece que tem electricidade nas pernocas, parece que têm vida própria. Se está deitada, não suporta nada em cima das pernas, dá saltos, qual rã. Se está de pé, quer andar, gatinhar, não há forma de estar quieta, para nosso cansaço. Dizem-me que o pior ainda está para vir. Como é possível? Eu já não a posso deixar sozinha. Desloca-se rapidamente e sempre para os locais mais perigosos. Apanha tudo com as mãos e leva à boca. Tem preferência por fios eléctricos, tipo carregadores de telemóvel ou do PC e o meu próprio telemóvel. Um verdadeiro perigo!

Também não é fácil comer ao lado dela. Quer provar tudo e refila se não lhe dou. Ontem, mesmo já tendo jantado, teve que provar do nosso. A questão do refilar é que me incomoda um pouco. Dá uns gritinhos com um toque de birra que não sei como contornar. Acho que vou ter que começar a mostrar cara feia mais cedo do que pensava…

(Este texto teve que ser interrompido porque a luz dos meus olhos ficou doentinha. Ter um filho doente é uma dor que não dói só neles. Quem me dera que eu pudesse ficar sempre doente por ela.

Agora que está tudo ultrapassado, há que aproveitar a minha filhota linda.)

10451162_793251580729381_4273470389381504099_n.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:59

Qual é o vosso look preferido?

benedict-cumberbatch-wife-oscars.jpg

hilaria-baldwin-oscars.jpg

isla-fisher-oscars.jpg

keira-knightley-oscars.jpg

lisa-osbourne-oscars.jpg

noah-wyle-wife-oscars.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:57

IMG_9303.JPG


A minha princesa tem mesmo Exantema.

4 dias de febre alta, mantinha o apetite e a boa disposição. Só mesmo a febre era preocupante. Tomava Ben-u-ron para que a febre não subisse muito e não se tornasse perigoso. No último dia de febre, começaram a aparecer umas pintinhas na barriga. A febre desapareceu e as pintinhas alastraram pelo tronco e pescoço. Os braços e pernas têm uma ou outra mancha, mas tem algumas na carinha. Apesar de não ter febre, está mais sonolenta, está a recuperar o apetite que tinha perdido e está mais agitada e irritável. Aliás, vai dando uns chorinhos sem lágrimas e pede muito colinho, que eu dou com todo o gosto. Olhar para o corpo todo pintalgado da minha menina é de partir o coração, mas não parece sentir qualquer desconforto ou comichão. Pelo sim, pelo não, apliquei-lhe um creme hidratante da LR, com aloé vera e calêndula. Deve passar nos próximos dias e não precisa de qualquer tratamento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:38

A febre

21.02.15
Na terça-feira, no dia em que completou 10 meses, a Maria Victória apresentava febre acima dos 39. Mantinha-se bem-disposta e com apetite. Não tinha outros sintomas que não a febre. Começo a dar-lhe Ben-U-ron.

Na quarta, a febre só baixa com Ben-U-ron. Ligo para a pediatra e não atende. Ligo para a saúde 24 e aconselham-me a manter o Ben-U-ron.

Na quinta, a febre não baixa e ligo para o consultório da pediatra. Desvalorizam e dizem para ir lá hoje (sexta-feira), caso a febre de mantivesse e que era normal estar 4 dias com febre.

Hoje, como continuava com febre perto dos 39, liguei para o consultório. Ninguém atendia, depois atenderam e não podiam falar porque estava a fazer seguros (?), insisti novamente e não atenderam mais. Fui lá e estava uma confusão de gente. Não me arranjavam consulta com a minha médica e só às 9 da noite com outro médico. Deixei uma consulta marcada, mas disse que já tentar com outro médico. Liguei para todas as clínicas da cidade e não havia pediatras. Ou estavam ocupados ou não estavam a trabalhar.

Fomos ao hospital. Putos de 14 anos bêbados entupiram a urgência. Cá fora amontoavam-se bebés e crianças e parecia que não chamavam ninguém.

Atendeu-nos uma interna e foi muito simpática com a minha pequenina. Observou-a toda, fez um palpação na barriguita, inspeccionou ouvidos e garganta. Fizemos análise à urina e à garganta e estava tudo bem.

Diagnóstico: não há

Resultado: Aguardar mais 48 horas, continuar com o Ben-U-ron de 8 em 8 horas, mas só dar quando houver febre. Dar muitos líquidos e miminho.

Desde que saí do hospital, passou a ter um pouquinho de diarreia. Pode ser das quantidades enormes de água que bebe. Ou não. Vou esperar até amanhã. Também hoje não comeu tão bem com habitualmente. Não conseguiu jantar, cuspia a comida. Consegui enfiar-lhe um iogurte, roeu as pontinhas de uma bolacha e bebeu um pouco de leite. Também choramingou um bocadinho. Agora, sim, estou a ficar verdadeiramente preocupada.

Se for dos dentes, é normal a febre prolongar-se durante tanto tempo? Se não é infecção urinária, não é da garganta, o que poderá ser?

Esta espera por melhoras é terrível...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:58

...

15.02.15
Há dias em que dói muito estar vivo. Dói ter memória, dói ouvir e dói sentir.

Se não fossem os lindos olhos da minha querida filha e onde já estaria eu? Só ela me traz o sorriso. Só o abraço dela me consola.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:26

  • Isso é trabalho de mãe.

Bem, a não ser que se esteja a referir a amamentar, nada é exclusivamente trabalho de mãe.

 

  • Preciso de ter privacidade.

Privacidade? A sério? Então e eu?

 

  • O que fizeste o dia todo?

Eles que se atrevam a perguntar isso e arriscam-se a levar um sermão de duas horas só para relatar o que se fez de manhã.

 

  • Outra vez pizza?

Sim, outra vez pizza. A não ser que queiras cozinhar-me o repasto que eu mereço, então aí não é pizza.

 

  • Estás com um ar cansado.

Obrigada, amor. Ando a trabalhar imenso para ter este look.

 

  • Não te preocupes!

Eu deixo de me preocupar quando tu deixares de me pedir que não me preocupe.

 

  • Onde é que estão as minhas meias?

A sério, não nos aborreçam com estas coisas.

 

  • Por que não fizeste isto ou aquilo?

Talvez porque não tenha sequer tempo para me coçar.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D