Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




9 meses

18.01.15
O meu amor nasceu há 9 meses. Parece que o tempo passou a correr, mas também parece que ela esteve sempre aqui. Já não se imagina a vida sem ela. Por esta hora, há 9 meses atrás, o meu amor tinha 4 horinhas de vida. E eu estava deitada, por força do parto recente, ainda sem saber muito bem o que tinha acontecido. Tinha o meu bebé ali ao lado e só queria que não chorasse, pois não saberia o que fazer. Hoje, também dorme ao meu lado e continuo a querer que não chore, pois dilacera-me a alma. O meu bebé está enorme. Já não a manobro no colo como antes. O peso dos seus quase 10kg (se calhar até já é mais) vai-me dificultando os movimentos. Passá-la de um braço para outro também já raramente o faço. Mas não fica sem colo, não. Adoro embrulhá-la numa manta e embalá-la para dormir. E tenho que estar de pé, de um lado para o outro, que aqui a pequena diva reclama assim que me sento. E, quando finalmente, adormece, já sou eu que não quero pô-la na caminha. Dá vontade de ficar abraçada a ela para sempre. Esta menina de 9 meses já tem 3 dentinhos. E o quarto já está quase quase a aparecer. Sempre gostei de ver os bebés com os dois dentinhos de baixo. Ficam amorosos! Acho que a minha filha vai ficar logo com os 2 de baixo e os 2 de cima. Confesso que me parece um bocado esquisito, mas estou ansiosa para ver. O meu pai estava todo preocupado porque a sua netinha ainda não anda. Eu tinha começado a andar aos 9 meses e foi inevitável a associação. Perguntei no facebook às outras mães e os seus filhos tinham começado a andar com as idades mais variadas, desde os 9 meses até aos 20 e tal. Eu não gosto nada destas pressões e comparações. Cada criança cresce e desenvolve-se ao seu próprio ritmo e isso é que é bonito. A minha filha não anda, mas põe-se de pé na motinha, já apoia o pé todo no chão. Antes ficava em pontas, qual prima ballerina. Não a posso deixar sozinha 10 segundos que sejam. Quando volto a olhar, já está no lado oposto. Bate palminhas. Fala e fala e fala. Parece querer imitar-nos e então faz imensos sons seguidos. Apesar de ter imensos brinquedos didáticos, em português e inglês, continua a preferir um bonequinho/roca e qualquer coisa que dê para roer. Aqui em casa é BabyTV o dia todo. Quando ela adormece vamos a correr ver qualquer coisa que tenhamos gravado. Mas é uma alegria vê-la toda contente assim que se liga a televisão nesse canal. Cortar as unhas agora mais parece uma sessão de manicure. Se antes aproveitava quando estava a dormir para o fazer, agora tenho a tarefa facilitada porque ela até estica os deditos e fica a observar o que eu estou a fazer (é uma mini-diva, como eu digo). Também já sabe o que tem que fazer para tomar a vitamina D e é vê-la a abrir a boquita e aguardar que a gotinha caia. Sapatos é que não são com ela. Tenho a impressão de isso há-de passar um dia. Não gosta de usar sapatos, nem sequer meias. Eu ponho e ela tira. Também não insisto muito. Não gosto da ideia de ela estar desconfortável. Mas por estes lados é muito frio e uma botinha sempre aconchega mais o pé. Adora comer sopa e tomar o seu leitinho. Para a fruta nem sempre tem apetite. Ninguém pode comer pão ao pé dela. Começa aos gritos e lá temos que lhe dar a parte da côdea e ela fica satisfeita por uns minutos. Suja tudo, mas vale a pena vê-la satisfeita. Há tanto para falar da minha filha. Podia ficar aqui para sempre. É o meu assunto preferido e é inesgotável. Ela está aqui ao meu lado e eu preciso de olhar para ela e tocar-lhe. Preciso de ter essa disponibilidade e, por isso, tenho dedicado pouco tempo ao blogue. Hoje, celebrámos os seus 9 meses em pijama e em casa. Foi no quentinho do lar que passámos o dia. Todo o dia juntas. E devia ser assim todos os dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:09

Dentinho nº2

09.01.15

E o dentinho número 2 está a espreitar.

Sempre que tem oportunidade, a Maria Victória leva a minha mão à boca e morde os meus dedos à vontade. E dói tanto! Ela nem tem noção. Enfia o dentinho entre a minha unha e a carne e morde, morde. Deve ser a forma de se aliviar de alguma dor que possa sentir. Prefere sempre um dedo a qualquer brinquedo ou borrachinha. Agora já tem o segundo dentinho a rasgar e vai ser uma dor dupla. Nem quero imaginar as dores que aqueles dois dentinhos me vão provocar a mim, já que a ela pouco parecem doer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:42

Este Natal tinha pedido que não me fossem oferecidos presentes. Pedi que, em vez de gastarem dinheiro comigo, que não preciso de nada, fosse feito um donativo à causa da sua preferência.

 

Apenas uma pessoa atendeu ao meu pedido e é de grande valor a sua atitude. Por esse motivo, dou a conhecer a causa escolhida pela minha irmã de coração na Índia.

 

A sightsavers é uma organização que devolve a visão a crianças em todo o mundo. Sabem que se doarem apenas 5€ podem porporcionar a visão a uma criança?

 

Passem pela sightsavers e conheçam o seu trabalho.

 

O meu donativo:

Dear Mara,

If you're reading this, you've just done something brilliant. Your donation of €9 to Sightsavers will change lives.

It might help save someone from the pain of trachoma, pay for a cataract operation to restore a child's sight, buy a Universal Braille kit, train a health worker or surgeon, or protect a family or even an entire community against river blindness.

We want to say an enormous, heartfelt thank you for your support (if we could write it across the sky in ten-foot letters, we would). You're helping to eliminate avoidable blindness, and enabling people with visual impairment to have the same opportunities as everyone else.

Donation summary

Amount: €9
Frequency: Single
Reference: SS3564420

You can go to sleep tonight knowing that you've made a positive difference in the world - and it's not often most of us can say that!

Thank You

Becki Jupp
Sightsavers

 

O donativo da minha amiga:

Dear Supporter,

Thank you for your contribution. Sightsavers India relies on the generosity and sensitivity of people like you to help transform lives and communities across India.

The reference number for your donation is D-2014-03176 and total amount is INR 4250.00.

Following are the cause(s) you have supported:

  • Your contribution towards children's cataract surgeries can help restore their sight and independence - INR 4250.00

Incase you have any queries, please write to us at supportusindia@sightsavers.org.

Thank you once again.
Sightsavers India Team

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:22

Mamãaaaa!!!

06.01.15

Já há uns tempos que a Maria Victória balbuciava sons. Desde Agosto que repetia "buuuu", "abuuuuu" e foi-se mantendo até agora. Imita os gatos a bufar "pffff". Mais recentemente, há mais de um mês talvez, já dizia "papapapapa". E muitos, muitos gritos.

Há uns dias, no dia 2 de Janeiro, ouvi uma melodia indescritível: Mamã! Não foi só uma junção de sons que originaram a palavra. Ela dirigiu-se mesmo a mim. Eu andava a arrumar umas coisas e ela estava ao colo do pai. E estava contrariada. Quando eu passei junto deles, fiz-lhe um miminho e fui à minha vida. Estava eu já de costas, e ela grita um "Mamãaaa" desesperado, como quem pede ajuda, e levanta os braços para mim. Foi um momento lindo, testemunhado pela minha mãe e pelo meu marido.

Nesse mesmo dia, ainda repetiu a proeza mais umas vezes. Percebeu que resultava e eu voltava imediatamente para junto dela.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:46


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D