Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ontem, comprei o contentor para fraldas Mangia Pannolini, da Chicco. Uns amigos já usavam e recomendaram muito.

Este contentor tem muitas vantagens:

- Pode usar sacos de plástico normais;

- Bloqueia odores;

- Fácil de usar, uma vez que permite aos pais segurar sempre o bebé durante o momento da muda da fralda;

- Quando estiver cheio, o saco de plástico pode ser facilmente removido e eliminado, reduzindo assim a dispersão de odores desagradáveis;
- Pode conter até 30 fraldas, dependendo do tamanho do saco;
- Fácil de lavar;
- Ecológico, pois autilização de um único saco de plástico reduz de forma significativa os desperdícios de plástico e simplifica, ao mesmo tempo, a recolha diferenciada.

 

As boas notícias é que está em promoção até ao final do mês. Comprei-o ontem por 49.90€, mas habitualmente custa 59,90€. Para além disso, deram-me um pacote de fraldas. Não percam a oportunidade.

MangiaPannolini

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:21

Pois é, mais de um mês depois da primeira aula do curso de preparação para o parto, regressei. Eu até já tinha decidido retomar as aulas, mas o cansaço não me tinha permitido. Depois de 8 horas de trabalho ao computador, a última coisa que me apetecia era ir para as aulas ao fim do dia. Só pensava em ir para a cama.

 

Na semana passada, a enfermeira ligou-me a perguntar da minha ausência, que não devia estar a ocupar uma vaga que podia estar a ser usada por outra pessoa. Senti-me super culpada, mas não acho que houvesse alguem à espera de entrar. De qualquer forma, o telefonema deu-me ânimo para regressar e ainda bem que o fiz.

 

Então, assim que cheguei (já atrasada, claro!), encontrei toda a gente à volta de uma cadeira. Lá, estava um moça que já tinha tido o seu bebé, entretanto. A mãe estava óptima, a bebé também. O parto tinha sido há 5 dias e ela estava na maior. Nunca imaginei que pudesse ser possível. Não foi cortada, só teve uma pequena laceração e levou 3 pontos. Estava lá a esclarecer algumas dúvidas sobre a amamentação. Aprendi que depois de mamar, deve limpar-se a boquinha dos bebés, assim como a língua e as gengivas com uma compressa húmida.

 

Depois, fomos para a nossa aula e a enfermeira falou-nos da massagem perineal e mostrou-nos este vídeo:

 

 

Esta massagem é importante pois prepara o períneo durante a gravidez, a fim de evitar episiotomia ou laceração no parto. É um método relativamente fácil e tranquilo e pode ser feito em casa pela própria grávida. O recomendável é iniciar com 34 semanas e fazer até o fim da gestação. Antes disso não. Se por acaso já passou das 34 semanas, pode começar já pois ainda pode ser muito útil. Esta massagem tem como objectivo alongar o tecido do períneo e torná-lo mais elástico para a passagem do bebé. Isso vai evitar a episiotomia ou alguma laceração natural. É possível o parto normal sem laceração do períneo. Para além disto, vai permitir-lhe conhecer melhor o seu corpo, adquirir uma maior consciência corporal e controlar essa musculatura durante o período expulsivo. Ou seja, esta é efectivamente uma preparação para a experiência do parto. A massagem deve ser feita a partir das 34 semanas, todos os dias, por 10 minutos.
Depois, fomos para os colchões fazer básculas da bacia. As básculas permitem que a mulher tome consciência da sua bacia, ajuda no período expulsivo ao tonificar os músculos abdominais, ajuda no posicionamento correcto do bebé ao orientá-lo para se encaixar no lugar correcto. Já todas faziam estes movimentos muito bem, mas também não achei nada estranho, dado que já fazia isto nas minhas aulas de Yoga e Pilates. Este vídeo pode ajudar a entender melhor:
Ainda deitadas nos colchões, fizemos uns exercícios de Esquemas de Erros, ou seja, aquilo que é comum fazer-se nos partos e está errado. Basicamente, pretende-se que aprendamos a fazer força em certa parte do corpo, mas mantendo o resto do corpo relaxado. Gastamos energia desnecessariamente, logo é um erro. O ideal é estarmos com o corpo todo relaxado.
Na próxima aula, vamos fazer uma visita ao hospital. Estou ansiosíssima!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:42

33 semanas

25.03.14

Chegámos às 33 semanas no Domingo, mas ainda não tive força de vontade para escrever sobre isso. Sinto-me cansada, sem energia para nada. Venho trabalhar porque tem mesmo que ser, mas não tenho vontade nenhuma. Falo apenas o que tenho que fazer e só me apetece dormir. Sinto também uma certa depressão. Não é contínua, mas tenho momentos mais em baixo. Bom, é assim que anda a mãe. Vamos ver como anda a minha riqueza...

 

A cabeça do bebé ainda é relativamente flexível, e os ossos não se fundiram completamente. Uma das razões para isso é facilitar a passagem pelo canal do parto. Mas os ossos do restante do corpo estão a ficar cada vez mais rígidos. A pele do bebé também perde o aspecto avermelhado e enrugado.

Se for o primeiro filho, há mais chances de o bebé encaixar a cabeça na pelve esta semana, pressionando o seu colo do útero. Para quem já teve outro filho, a previsão é que o encaixe aconteça uma semana antes do parto ou, até mesmo, só no parto.

Noto que as minhas mãos estão um pouco inchadas. Os anéis já não ficam tão bem como antes. A retenção de líquidos costuma piorar nos dias quentes. Beber bastante água ajuda a amenizar o inchaço, ajuda os rins e o bebé. Se o inchaço vier muito de repente, porém, nas mãos ou no rosto, deve procurar o médico pois pode ser um sinal de pré-eclâmpsia e tem consequências bastante graves. É normal, também, as mãos doerem de manhã e sentir um formigueiro à noite. Os tecidos do pulso incham e pressionam os nervos, o que pode causar este desconforto.

Outro sintoma inesperado é a comichão, mas é normal. No entanto, se a comichão for muito forte, sobretudo nos pés e mãos, vá ao médico pois pode ser um problema mais sério, a colestase obstétrica.

 

Vejam ese vídeo explicativo das 33 semanas. Está giro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:24

Como já podem ter percebido através da página do facebook, eu sou promotora de vendas da marca LR Health and Beauty Systems. O que me levou a embarcar nesta aventura foi mesmo o facto da Cristina Ferreira ser a cara desta marca em Portugal e estar a criar o seu próprio perfume. Ora, eu não conhecia os produtos. Primeiro, vi os catálogos e depois pensei que se a Cristina Ferreira se envolveu com esta marca era porque devia ser boa. Não conhecia ninguém aqui perto que vendesse estes produtos, por isso não pude experimentar. Confiei.

Quando me iniciei como promotora de vendas, tive que fazer uma encomenda de 25€ (mas com um valor real de cerca de 50€). Optei por escolher produtos que eu própria pudesse usar para poder testá-los.

 

Então, um dos produtos que eu escolhi foi o Desmaquilhante de Olhos Racine LR. O frasco tem 100 ML e custa 9,5€. Se aproveitarmos alguma promoção, fica muito em conta.

Então, ontem experimentei-o. A minha maquilhagem é quase invariavelmente um risco preto nos olhos, na parte inferior, a linha de água. Depois, dependendo do tempo disponível, posso pôr uma máscara preta (rímel). Não posso sair de casa sem isto, ou fico com um ar de doente.

O problema é quando tento tirar isto dos olhos. Mesmo com desmaquilhante caro (o que usava antes era da Shiseido), não saía tudo. Na manhã seguinte, acordava sempre com restos de maquilhagem na zona das olheiras e no canto dos olhos. Pode parecer que estou apenas a promover um produto que vendo, mas a verdade é que este desmaquilhante retirou tudo tudo. E de manhã continuava tudo limpo. Não promovo coisas nas quais não acredito. E neste desmaquilhante eu acredito. É mesmo fantástico. Se tiverem oportunidade de experimentar, testem-no!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:33

Depois de já ter tentado tudo e mais alguma coisa para manter um trânsito intestinal regular, eis que vou tentar mais uma dica. Até agora, tudo tem falhado. Laevolac, pão, massa, arroz e cereais integrais, farelo de trigo na sopa, litros de água, kiwis, água de sementes de linhaça... nada resultou.

Ando a Microlax e a supositórios de glicerina. Mesmo usando a versão infantil para não ser tão prejudicial à flora intestinal, não pode ser uma medida regular. Ontem, fui à farmácia reabastecer-me de laxantes e a senhor que me atendeu disse-me que era demasiado para a criança. Lá tive que explicar que não era para nenhuma criança, que era para mim e que sabia que era muito mau, mas que já nada resultava. A senhora, uma farmacêutica com ar de avó super querida, recomendou-me que tentasse outra coisa, que o uso de laxantes era muito prejudicial. Sugeriu, então que comesse ameixas preas secas pela manhã, umas 4, e que depois bebesse muita água quente/morna. Eu já tinha ouvido falar em deixar uma ameixa seca num copo de água durante a noite e beber a sua água de manhã. Sinceramente, depois do falhanço da linhaça, disse-lhe que duvidava. A senhora garantiu-me que comesse pelo menos umas 4 e bebesse muita água. E que lhe fosse dizer se resultou ou não.

Como é óbvio, fui logo comprar 3 embalagens de ameixas pretas secas. Comprei no Continente, na zona dos frutos secos, a 2€ cada embalagem. À noite, comi 2. De manhã, mais 4. E a respectiva água morninha. Vamos ver como corre.

Paralelamente, ando a beber uns sumos e néctares (feitos na Bimby) com kiwis, laranja, pêra e o que houver. Basicamente, é uma forma mais agradável de ingerir kiwis sem ter de os comer efectivamente. Preciso muito que tudo isto resulte. Se tiverem sugestões, não hesitem em partilhar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00

Este passatempo foi um sucesso. Foi tão bem sucedido que, apesar de ter terminado no dia 14, sexta-feira, às 23:59, ainda hoje se vêem partilhas do passatempo. Infelizmente, só as partilhas e os likes feitos nas duas páginas até ao prazo estipulado é que foram considerados.

 

Então, como prometido, a vencedora vai ganhar 3 produtos da linha Thai:

 

- Leite para o corpo
- Gel de banho
- Esfoliante
PVP: 53,88€

 

Adicionalmente, a Bottega Verde, Vila Real oferece 50% de desconto aos participantes e 60% ao vencedor.

 

A vencedora é Madalena Azenha. Muitos parabéns!!

Madalena, por favor, entre em contacto comigo através de mensagem privada na página do facebook Teste Positivo. Caso seja de Vila Real, pode ir levantar o seu prémio directamente na loja e beneficiar do desconto adicional noutros produtos. Caso não seja de Vila Real, far-lhe-ei chegar o prémio por correio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:51

32 semanas

17.03.14

Ontem, cheguei às 32 semanas. Não foi uma grande excitação, dado que ontem me sentia um pouco deprimida. Apesar do lindo dia de sol, resolvi ficar em casa, a queixar-me do desconforto e da vida. Confesso que que já estou mesmo farta da gravidez. Para ajudar, hoje é segunda-feira e estar a escrever sobre este assunto no dia de hoje é duplamente deprimente. Já não me apetece trabalhar, mas preciso de trabalhar. Enfim... Mas voltemos às 32 semanas da minha princesa. Está cada vez maior. :)

 

Então, aparentemente a minha princesa já chegou aos 1,7kg e mede cerca de 42 centímetros de comprimento. Esta semana vou ao médico e espero já poder confirmar estas medidas. :) Os pulmões são os últimos órgãos a amadurecer, mas os bebés já respiram através da inspiração do líquido amniótico.

 

Para quem está grávida de um menino, isto é interessante. Os testículos devem estar agora a descer da barriguita para o saco escrotal. Por vezes, um dos testículos, ou mesmo os dois, não está na posição certa quando o bebé nasce, mas isso resolve-se no período de um ano.

Ora, este é precisamente um dos motivos da minha tristeza. Nesta fase, é normal que se engorde meio quilo por semana. O bebé ganha agora cerca de metade do peso que terá quando nascer. Portanto, temos que comer bem. E bem não significa comer muito, até porque eu acho que só o ar me está a engordar.
A quantidade de sangue que circula no nosso corpo aumentou muito. Está 40% a 50% maior do que era antes da gravidez. Esse sangue compensa eventuais perdas que aconteçam na hora do parto. Por causa desse sangue todo, às vezes aparecem sangramentos nas gengivas e no nariz. Comigo é certinho, apesar da quantidade ser reduzida.

À medida que a barriga cresce, o centro de equilíbrio muda. Se repararem, o rabiosque fica mais arrebitado e a coluna assume uma curvatura no fundo. É muito fácil perder o equilíbrio, por isso é preciso ter cuidado. Eu costumo fazer alongamentos, porque as costas precisam mesmo desse exercício. Fala-se também de uma dor na virilha ou no osso púbico. Eu ainda não senti nada disso. Não me parece nada bem. Alguém já sentiu?
Recomendações para quem sente aquelas contrações sem dor de Braxton-Hicks. Se as sentir muito próximas uma das outras, procure ir fazer xixi ou beber um copo de água. Costuma aliviar. Relembro que o meu médico me recomendou tomar magnésio (Magnesona).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Se estão a pensar em fazer uma sessão fotográfica que acompanhe a vossa gravidez ou o vosso bebé, deixo aqui algumas sugestões. Do que não fazer!! Está hilariante. Há para todos os gostos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:14

Ontem, eu e o meu marido fomos tomar café com um amigo. Ele e a mulher estão a pensar seriamente em ter filhos e é normal fazerem-me perguntas. Aliás, é normal as mulheres fazerem-me perguntas. Elas, sim, é que são curiosas para saber cada etapa que vou passando. Os homens são mais tímidos, ou desinteressados, e deixam isso para as mulheres. Ontem, o meu amigo quis saber umas coisas, mas já antes outros amigos nossos me fizeram estas e outras perguntas e são espectaculares. Eles não têm mesmo ideia nenhuma de nada. :)

- O médico não te pediu que comesses por dois?

Não, não pediu. Pelo contrário. Desde o início que me pediu que tivesse muito cuidado com a alimentação, que reduzisse a ingestão de hidratos de carbono e comesse muita frutinha e legumes. Agora agradeço não ter engordado muito durante a gravidez, porque no fim é inevitável. Neste momento é o ar que me engorda.

- Tens desejos?

Tenho, tenho muitos desejos. E sempre tive. Neste momento, desejava ardentemente teletransportar-me para umas horas depois do parto. Vá, o tempo suficiente para já não ter dores muito fortes. Os homens, claro, referem-se a desejos de comida. Por algum motivo, eles preocupam-se imenso com o peso das suas mulheres. Eu tenho uma teoria sobre esta questão dos desejos e é apenas minha. Eu acho que é um mito e não creio que a gravidez traga desejos especiais. Porém, como a gravidez traz tanto desconforto, altos e baixos emocionais, é normal que as senhoras se refugiem na comida. E isso pode acontecer em qualquer fase das nossas vidas. Outro motivo pode ser mesmo um pedido do corpo, que tem défice de algum nutriente. Agora, aqueles pedidos às 3 da manhã por um McFlurry, na minha opinião, só podem ser mimo e chantagem emocional.

- Dói-te a barriga quando a pele estica?

Doeu-me a barriga apenas quando, nos primeiros meses de gravidez, o útero estava a esticar. Eram umas dorzitas semelhantes às mentruais e depois passou. Nessa altura, nem barriga tinha. Agora que tenho um barrigão não me dói nada, mas sei que a pele está a esticar. Não dói, nem me faz qualquer impressão.

- O teu umbigo já saiu?

O meu umbigo não saiu e não creio que vá sair. Tenho um umbigo fundo e acho muito difícil ficar exteriorizado, como já vi muitos ficarem. Acho que isso depende muito do umbigo que tenhamos e do tipo de barriga que fizermos. A minha é larga. Acho, até, que estou grávida nas costas.

- Aquela linha escura na barriga não são pêlos?

Pois é, não são pêlos. Não sei onde é que eles foram buscar essa ideia. Talvez tenham visto alguém com essa linha vertical e que, por acaso, tinha pêlos. Essa linha era daquelas coisas que eu desejava imenso não ter. Por acaso não tive e acho que se deve ao facto de eu ser imensamente branca de pele. A linha é causada pela pigmentação da pele na zona em que o músculo abdominal se estica para acomodar o bebé, ficando ligeiramente separado. Aquilo é basicamente uma estria, mas escura. Vai desaparecer após o parto. É por esse motivo que outras zonas também ficam pigmentadas, como mamilos, sinais, sardas, axilas e virilhas. Até nessas zonas não pigmentei muito precisamente devido à minha cor de pele.

- Sentes o bebé a mexer?

Txiii. Estou grávida de 31 semanas e ainda há homens a fazer-me essa pergunta. Seria muito mau se não sentisse a minha menina a mexer. Mexe, sente-se a mexer e vê-se que mexe. É uma festa lá dentro. Até suspeito que não esteja sozinha.

O mais engraçado nestas perguntas é que vêm sempre acompanhadas de uma cara de desconforto, dor, repugnância ou 'ai, que até tenho medo de saber a resposta'. Comigo podem estar à vontade. Eu falo sobre tudo, sem quaisquer pudores. Ainda aguardo as perguntas sobre o parto e amamentação. Devem ser hilariantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:47

Há quem diga que entrei nos 8 meses. Há tabelas por aí que o sugerem, também. Da minha parte, se me dissessem que estava no fim do tempo, eu acreditava. Nem quero acreditar que isto ainda vai piorar.

 

A minha moçoila deverá estar a pesar cerca de 1,5 kg. Quero ver se na próxima consulta já conseguimos fazer os cálculos mais precisos. Parece que agora vai começar a crescer muito e já vira o pescoço para os lados. Noto que ela se mexe mais à noite. Também já li que pode ser uma impressão nossa pelo facto de à noite estarmos mais quietas e sentimos tudo muito mais. Para já, não me incomoda muito. Exceptuando uns solavancos mais surpreendentes, adoro senti-la a mexer e nem sequer me acorda. Os movimentos dentro da barriga assustavam-me muito antes de engravidar. Confesso que é muito bom e ficamos mais sossegadas, pois significa que o bebé está saudável.

 

As contracções de Braxton-Hicks podem tornar-se mais intensas nesta fase. Eu já as tenho há uns dois meses. A barrica fica dura, mas pode até nem ser toda a barriga, e sim uma parte. São completamente inócuas e sem dor, mas assustam um pouco. Agora, já sei o que são, por isso não me preocupa. O meu médico receitou-me Magnesona (magnésio) e vi que reduziram bastante. De qualquer forma, é o nosso corpo a preparar-se para o parto, por isso está tudo bem. Só devemos preocupar-nos caso estas contracções ocorram mais do que 3 ou 4 vezes por hora, se estivermos a perder líquido vaginal foram do normal ou se tivermos uma espécie de dores menstruais ou nos rins. Isto pode significar um parto prematuro, ou não. Convém ir ao hospital ver o que se passa.


Mantenham-se hidratadas. Eu tento beber no mínimo 1,5 l de água por dia. Não tenho conseguido sempre porque tenho andado com um bocado de azia. Beber água deixa-me pior...

 

Outra coisa que pode acontecer nesta altura é perder líquido pelas mamocas. Esse líquido ainda não é leite, é uma espécie de pré-leite chamado de colostro. Eu não liberto nenhum líquido por enquanto, nem sinto nada nas mamas. Não cresceram por aí além, uso os mesmos soutiens. É normal isto acontecer e é normal sair colostro. Também não tem qualquer relação com a quantidade de leite que vamos produzir quando a criança nascer. Espero bem que não, pois pretendo amamentar muito. Caso haja perdas de líquido, deve usar uns discos para proteger os mamilos. Há a venda em qualquer farmácia ou parafarmácia e dormir com soutien.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:26

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D