Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Toda a vida lutei contra o meu peso. Não que alguma vez me tivesse considerado gorda, mas muitas vezes tive excesso de peso. Sempre desejei ser mais magra e, sobretudo, desejei não ter problemas flutuação de peso. Quando me descontrolava um bocadinho, lá engordava uns quilitos.

Hoje em dia, o meu peso tem andado pelos 63kg, sendo que meço 1,70m. Lá está, não me considero gorda, mas adoraria ter 5 kg a menos. Por mim, estaria sempre com os meus 57kg.

 

Durante toda a minha vida adulta, dizia que quando engravidasse ia ficar como uma orca. Isto porque a minha compleição física não é pequena. Tenho rabo grande e mamocas generosas. Juntando a isto uma barriga grande e uns quilos extra de líquidos retidos fica tudo grande, certo? Logo, uma valente orca.

 

Esta é a primeira vez que estou grávida e luto com a orca que há dentro de mim todos os dias. Quando descobri que estava grávida, tinha perdido cerca de 2kg, pois passei aquele primeiro mês a dormir e a comer muito pouco. Os 60,9kg que pesava às 5 semanas ficaram como referência. Às 11 semanas tinha 64kg e o médico passou-se. Proibiu-me os hidratos de carbono e disse que tinha que fazer dieta, que uma mulher grávida e gorda é horrível. Bom, foi assustador! Às 13 semanas, já estava novamente com os MEUS 63kg. Amanhã é dia de consulta e dia de nova pesagem. Em 3 semanas fiz muitas asneiras, outras vezes portei-me bem. O meu estado altamente emocional não ajuda nada.

 

Numa gravidez é mandatório engordar. Quando mais não seja, fica-se com o peso do bebé, da placenta e líquido amniótico. Se há altura em que pode engordar, que seja na gravidez. Mas também acho que tem que haver regras, por todos os motivos. Não creio que seja bom para o bebé estar rodeado de gordura, ter uma mãe com as tensões altas, açucares altos, colesterol, etc. Para além disso, se a mamã pretende recuperar a sua forma após a gravidez, ajudará bastante se não tiver engordado muito.

 

Custa-me que me critiquem quando falo que grávidas gordas me incomodam. Por ser uma questão estética é menos válida e mais fútil do que outra qualquer? Não acho. Será que é um factor que as pessoas conseguem controlar? Provavelmente, não. Se eu falasse de uma mãe fumadora, provavelmente teria uma série de apoiantes. Como falo de maus comportamentos alimentares, já acham mal. Pois, para mim é igualmente grave.

 

O mais provavel é que eu fique mesmo uma orca. Tenho 5 meses de gravidez pela frente. Mesmo que cumpra toda a dieta escrupulosamente, pela falta de actividade física, e por todos os outros motivos, vou engordar muito. Vou estar muito feliz por engordar por um motivo tão lindo. Se me vou sentir linda? Muito provavelmente, vou sentir-me muito mais linda com a minha filha nos braços e mais magrita.

 

Lamento se a minha opinião choca as pessoas, mas é a minha opinião.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:29


2 comentários

Sem imagem de perfil

De rute a 27.11.2013 às 11:09

:) Estou consigo, hoje faço 16 semanas e já engordei 4kg :\ A familia não entende o meu "stress" em engordar demais, mas eu entendo-a a si.
Imagem de perfil

De por Mara Moura Sampaio a 27.11.2013 às 11:51

Obrigada, rute!! Estamos do mesmo tempo. Muitos parabéns! :)
Hoje vou saber ao certo quanto engordei, mas tenho medo de estar a ganhar muito peso no início porque depois a coisa pode fugir ao meu controlo.
Vou dar um excelente exemplo da minha mãezinha. Até aos 3 meses ela engordou 10kg. O médico, assustado, pô-la em dieta, retirou-lhe o sal, açucar e gorduras e terminou a gravidez com apenas 7,5kg! 7,5kg!!! Parece incrível, não é?
Por isso, força e determinação. Vou procurando umas receitinhas deliciosas e pouco calóricas.
Um beijinho!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D